Por unanimidade o PL 316/2017 que institui a Rede Cuidar, foi aprovado na sessão desta quarta-feira, na Assembleia Legislativa. O projeto cria uma política de atenção a saúde que contará com cinco unidades de cuidado integral, com equipes multidisciplinares e a oferta concomitante de atendimento básico e especializado.

O líder do Governo, deputado Rodrigo Coelho, explicou que os projetos são complementares e que não se tratam somente de um equipamento público, mas também de uma ampla estratégia de financiamento da saúde pública. “Trata-se de um esforço histórico de normatização do atendimento básico de saúde no Espírito Santo”, afirmou o deputado.

Rede Cuidar

A implantação da Rede Cuidar faz parte do Programa Prioritário de Governo “Ampliação e Modernização da Rede de Saúde”, que prevê a implantação de cinco Unidades de Cuidado Integral à Saúde distribuídas nas quatro regiões de saúde, nos municípios de Nova Venécia, Linhares, Guaçuí, Domingos Martins e Santa Teresa. A Unidade Cuidar Norte, em Nova Venécia, será a primeira unidade prevista para entrar em funcionamento em setembro.

Entre os benefícios esperados com a implantação estão: evitar deslocamento para a Grande Vitória; redução do tempo de espera para realização de consultas e exames, proximidade do serviço com o usuário e qualidade na prestação dos serviços (área física adequada e humanizada, melhores condições de atendimento, equipe devidamente capacitada, e espaço de escuta do usuário).

O objetivo é estruturar pontos de atenção de média complexidade que darão suporte e qualificação à Atenção Primária à Saúde. Nesse sentido, a implantação dos ambulatórios de especialidades vai complementar as redes de atenção nas regiões de saúde e como conseqüência, dará suporte especializado às unidades básicas, promovendo a resolutividade e integralidade do cuidado à população do Espírito Santo que necessite de atendimento ambulatorial especializado (consultas, exames e outros serviços de apoio diagnóstico de atenção secundária) por meio do Sistema Único de Saúde – SUS.

A novidade é que o usuário do SUS terá oportunidade de realizar além da consulta, exames e procedimentos no mesmo local, um atendimento com equipe multiprofissional e sair com um plano terapêutico pronto.